[ info ]
Guerreiras. Idéias, Rascunhos.

[Guerreiras. Idéias, Rascunhos e Esboços]

[ site ]


[ sites ]



[ layout por ]

Templates By Marina

[Quarta-feira, Abril 12, 2006]

Experiência Extra Terrena

*Texto por Sofia Brunetta

Ainda estou vestida como da última vez. O chão parece mais leve que o normal, está frio. Muito frio aqui.
Saio a rua, que não parece a mesma de ontem. As pessoas começam a surgir. Poucas, apressadas, os rostos escurecidos. O ar também parece diferente. Úmido. Não vejo o sol. Tento inalar, mas meus pulmões estranham.
Caminho , meus olhos estão fechados, mas eu ainda consigo ver quando, a minha frente , surge um lugar enorme. De dentro, uma luz que me puxa até lá..
As pessoas aqui sabem meu nome. Gritam por ele.Conheço alguém que me cumprimenta firmemente.Ele me acompanha por entre corredores cheios de uma luz tão forte que quase me cega.No caminho, vejo outros , que como eu, estão sendo levados, ouço ranger de máquinas...ou de dentes? Gritos.
Sou levada por caminhos em que as cenas se repetem , sempre. Me deparo com minha interlocutora. Os ossos de suas mãos são tão finos que quase chego a vislumbrar o horror que me espera. Estaria viva? Ela sorri, um sorriso que faz gelar meu corpo inteiro. Me interroga. Vícios, culpas, pecados. Nada sobre parceiros sexuais. Ainda bem.
De repente, estou entre ferros. Presa, angustiada. Meus ossos estão sendo esticados ao limite. Preciso sofrer as conseqüências dos meu atos.Muitas mulheres, padecendo, choramingando enquanto cumprem as especificações...maldita Eva, que inventou de comer maçã... Olho para o outro lado, vejo mulheres que agem num mesmo ritmo, enquanto entoam cântigos obscuros em um língua que eu não consigo distinguir... sou tomada por delírios...Ao meu lado, fileiras de pessoas amontoadas, espremidas, esperando sua vez. Um cheiro característico de gente... Não quero admitir...
Saio andando.Vou deixando pra trás o meu companheiro de outrora. Observo os muitos relógios. O ponteiro está parado. Corro um pouco mais, um suor frio escorre pelo meu rosto.Corro mais e mais, torno a olhar os ponteiros, que agora correm na direção oposta, mas eu já não olho pra trás, corra, corra...Corra!


¿Depoimento dado por Sofia Brunetta, solteira, sem filhos, que, após a primeira manhã em uma academia de ginástica, estava descontrolada. Em abstinência , a paciente pedia aos enfermeiros mais uma garrafa de isotônico.¿ Iummm e Doeee e pulinho, pulinho, frente e ueppp! Gira! Gira! Uooou! Vamos Lá!¿ foram suas palavras finais.


por Guerreiras * Moa Brasil Quarta-feira, Abril 12, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!



Por que inventaram o relógio?

por Guerreiras * Moa Brasil Quarta-feira, Abril 12, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

Notas rápidas nas horinhas vagas:

*Texto por Moara Brasil, atualmente estudante de Comunicação Social, não é cult nem nerd, admite publicamente que é uma pequena conhecedora das coisas da vida.

Eu juro que vou escrever os textos que pretendo nesse blog, todos os dias penso em um, mas quando estou concentrada para escrever, sempre tem alguma coisa da faculdade ou do escritório! Isso me irrita! Resolvi entrar no blog justamente porque não estava fazendo nada a uns meses atrás, e hoje que estou muito ocupada quero escrever direito e não posso, vou comprar um gravador e pedir para alguem transcrever.

***Não sei se vocês têm essa sensação, mas eu estou tendo esse ano. Por exemplo, parece que o Lula entrou um dia desses, ainda não creio que esse ano vai ter eleição.Será que isso é negativo?Deve ser né!

***As coisas estão correndo tão rápido que só agora me toquei que estou com 23 anos e ainda não me formei!Preocupante para quem queria ir embora dessa cidade antes dos 21 anos.

***Ainda não me convenci que a Copa é esse ano.

***A TV virou um veículo de enfeite na minha casa, mas o DVD sempre está a disposição para as horas vagas.Graças a Deus ainda assisto filmes de madrugada.

***O Computador é meu marido, ele sempre é uma boa companhia.Mas às vezes dá vontade de sair chutando!

***Você já teve a sensação, ou o desespero de não conseguir assimilar tantas informações que temos atualmente?Eu às vezes grito quando vejo o meu priminho mais informado do que qualquer adulto.

***Virei uma leitora de blogs, jornais eletrônicos, sites informativos.

***Meus livros de literatura estão criando teia de aranha no armário, estou tentando terminar de ler "Mémorias das minhas putas tristes", mas o único tempo que tenho são os 25 minutos dentro de um ônibus calorento, no UFPA Alcindo Cacela., ainda faltam umas 20 páginas, no próximo "bonde" e termino.

***Cada dia eu conheço mais pessoas que tentam ser algo, mostram ser uma pessoa que não são. Por exemplo, dizem ser profundas conhecedoras de cinema,literatura, música alternativa, mas toda vez que sento numa mesa do bar para discutir um poquinho do que sei sobre assuntos do tipo,elas acham que em mesa de bar não se discute essas coisas sérias.

***Eu me sinto, desde a hora que acordo, vigiada por todos, num imenso reality show, num verdadeiro Show de Truman.

***Não tenho mais paciência para ter novos amigos de verdade, eu simplesmente me contento com os que tenho e socialmente me realiciono com o resto.

***Eu vou criar uma comunidade no orkut "Eu odeio leitores de Don Bronw", uns e outros me influenciaram à comprar o livro "Código da Vinci". Li com toda a vontade do mundo, e sinceramente espero que o filme seja bem mais interessante.Pensando bem, o livro deveria ser um filme.

***Falando em Orkut, palmas para o seu inventor!Nunca vi uma comunidade atrair tantos brasileiros e ser tão importante para relacionamentos sociais na internet.Eu praticamente dependo do Orkut como meio até mesmo de divulgar meu trabalho, e manter contatos. Deveria ganhar um prêmio Nobel!

***Enfim, voltarei ao trabalho e prometo escrever um texto coerente, interessante e bem pontuado.





por Guerreiras * Moa Brasil Quarta-feira, Abril 12, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Terça-feira, Abril 11, 2006]

Oi gente, entramos no Top 10 do concurso de blogs da Coca Cola, que vai durar uns 13 dias, para mais infos entrem no site da Coca Cola

e Votem na gente, é só clicar no selo aí em cima!! Bem no meio, onde está escrito "Vote em mim para COKEMASTER". No símbolo no topo da página. Onde só vai ser necessário digitar os 4 caracteres que aparecerão. No topo da página. Brigada!




por Guerreiras * Mayroca Jinkings Terça-feira, Abril 11, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Sábado, Abril 08, 2006]

Vamos embora de Belém?
Texto: Moara Brasil

Eu moro nessa cidade à 23 anos, desde quando nasci, tenho boas lembranças daqui, dos bares bacanas, dos lugares interessantes que conheci, dos amigos que cultivei.Das coisas que aprendi, das tristezas e derrotas que fizeram eu crescer.
Mas Belém se tornou uma cidade desinteressante, se formos fazer uma pesquisa com jovens da minha idade, que viveram o que eu vivi, todos estão atualmente insatisfeitos com tudo. Repare na diáspora de jovens paraenses dos últimos 3 anos para cá!Estão todos indo embora, motivos:

1. Belém não dá muita oportunidade de emprego, aqui por exemplo não tem Curso de Moda, não tem curso de Cinema, e muitos outros.
2. Nós vivemos numa província, tudo é difícil de se encontrar.
3. Aqui nós nunca poderemos ir para um Show do Sonic Youth, The strokes, Pixies, etc.Simplesmente porque não tem público para gostar disso.
4. Eu não sei o porquê, mas a maioria dos homens são volúveis e mal educados aqui, senti a diferença quando viajei pra Vila Velha e pra Salvador.
5. Tem muitas pessoas mesquinhas e fofoqueiras, e todo mundo se conhece, nunca dá pra fazer as coisas, todo mundo se preocupa com as nossa vidas.
6. Não temos maravilhosas peças teatrais, nem grandes museus, nem grandes galerias.
7. Não se investe nos artistas, não dão valor as únicas coisas boas que ainda temos, nossos artistas e músicos.
8.E agora ainda temos uma tal de Lei Seca que proibe os bares de funcionarem direto, agora temos horários, e temos novos costumes.E a economia desanda.E os músicos enloquecem.

por Guerreiras * Mayroca Jinkings Sábado, Abril 08, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Sexta-feira, Abril 07, 2006]

Ele não está a fim de você



Acho que é muito mais comum entre as mulheres do que entre os homens essa mania de ficar tentando imaginar e fantasiar as coisas. Deve ser pra tentar disfarçar e não aceitar a rejeição. Inventar desculpas pra tentar achar respostas que são simples. Acontece. O cara não está a fim de você!
Não adianta ficar pensando, se enganando: "Ah! Ele acabou de terminar um namoro longo, não quer se envolver" , "Foi tudo tão legal que ele ficou com medo de se apaixonar" , "ele tá estudando demais", "Viajou a trabalho", "Roubaram o celular dele e ele perdeu toda a agenda e meu número junto", e etc, etc, etc. Essas desculpas são contadas, remoídas, misturadas, analisadas por amigas, primas, mães e várias mulheres próximas que vivem por perto dos tais "sumidos". Tentando fervorosamente entender o que se passa dentro da cabecinha dos rapazes!
A noite foi maravilhosa, o papo fluiu de uma maneira incrível. Vocês riram, conversaram, entraram em sintonia. Ele ligou no outro dia. Vocês marcaram um cinema pro final da semana e ploft! Ele sumiu. Não retorna as tuas chamadas e nem responde e-mail, scrap. No eme-esse-êne então ele nunca mais apareceu (bloquear, não, né?). Sumiu. Simples assim. Escafedeu-se!
A resposta pra a pergunta "O que aconteceu com ele? O que foi que eu fiz?" é simples, apesar de bem cruel. Ele simplesmente não está a fim de você!!! É, acontece sabia? Nas melhores famílias! É difícil admitir, né? Lógico. Pra quem seria fácil admitir esse tipo de rejeição? Muito mais cômodo é arrumar desculpas esfarrapadas pra tentar justificar isso mesmo.
Acho que pra ninguém é muito fácil chegar e falar verdades. Assumir na frente de quem seja lá que tu estás te envolvendo (nem precisa ser envolvimento, pode ser inclusive uma noite. Um fica. Um beijo) que tu não estás a fim! Que tu não desejas te relacionar com a pessoa do jeito que ela deseja e até merece. Acontece sempre. Toda hora.
Uma pesquisa feita nos Estados Unidos comprovou a hipótese de que os homens preferem ser atropelados por um elefante do que ter que dizer pra uma mulher que não estão afim dela. Virou teoria dos americanos. É. E é a mais pura verdade, não? Não só mulheres, mas homens também! Não é fácil pra uma mulher chegar e assumir isso na cara do tchutchuco!
Mas sendo covardia ou não. É mais fácil tomar um chá de sumiço. Fácil pra quem faz. Mas pra quem sofre isso é muito árduo. Aliás, haja imaginação pra ficar inventando 800 desculpas pra anestesiar a rejeição.
Eu me acho muito mimada em relação a envolvimento. Não sei ouvir um não. Tô acostumada a tomar as rédeas das situações. Perder o interesse. Pegar abuso e cair fora. Sumir do mapa. Fugir. Falar a verdade também. Ser sincera e dizer que perdi o interesse. Que não quero. Não bateu, simples. O cara pode ser o mais maravilhoso do mundo. Mas acontece, po! Não bate, né? Não rola a tal química! E quando o jogo se inverte. Aaaaaai, papai. Como se sofre! Hahahaahahah! Todos os meus complexos mais camuflados são aflorados. Sabe aqueles lá do fundo? Pois é. Eu fico imaginando mil coisas. Me achando a mais feia, chata, burra e desinteressante mulher do mundo! Mas, porra! Não seria lógico parar pra pensar que simplesmente o cara pode não ter ficado a fim de mim? Acontece , po! Não é sempre o contrário? Por que o doido pode não ter ficado a fim? Normal, rapá! Só é foda colocar isso na cabeça e assumir que ele preferiu a patricinha, loirinha, arrumadinha e perfeitinha em evidência! Eheheheheheheheh



Esse texto foi inspirado numa matéria que eu li uma vez. Aí, resolvi escrever sobre isso. Por sinal. Queria ler essa matéria de novo. Não lembro onde foi.... dã!


por Guerreiras * Mayroca Jinkings Sexta-feira, Abril 07, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Terça-feira, Abril 04, 2006]

Opleeeeeeeeeee




QUE FIQUE BEM CLARO QUE AS HISTÓRIAS PUBLICADAS AQUI NESTE BLOG NÃO SÃO SEMPRE REAIS! A IMAGINAÇÃO TEM UM LUGAR IMEEEEEEEENSO AQUI!

por Guerreiras * Mayroca Jinkings Terça-feira, Abril 04, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Segunda-feira, Abril 03, 2006]

Sonhos, Dejá vu ou impressões que devaneiam.........


Eu sonhei hoje com um cara que nunca vi na minha vida. E eu, no tal sonho, nem tava morando em Belém.
Incrível. Acordei apaixonada por uma pessoa que eu mesma inventei. Um cara literalmente dos meu sonhos. Mas inventado pelo meu subconsciente. Fico pensando no que é que significa o sonho mesmo. Existem vários conceitos sobre o que acontece conosco quando estamos dormindo. Sobre o que vem a ser essas imagens em forma de filme que passam no pensamento adormecido.
Sonhos são seqüências de fenômenos psíquicos (imagens, representações, atos, idéias, etc.) que involuntariamente ocorrem durante o sono. Mas existem religiões que afirmam que nesta hora do sono que a nossa alma viaja e assim ocorrem vários ¿encontros¿ e acontecimentos entre uma alma e outra.
Eu acho que sou um mero ser humano que não consegue definir nitidamente o que vem a ser o sonho.
Mas voltando ao sonho em si. Sonho ilude, né? Eu sempre acordo com a sensação mesmo de ter vivido! Vivido intensamente tudo o que aconteceu. Sentido os mais inusitados sabores e sentimentos.
Quando eu afirmo que acordei apaixonada, isso é a mais pura verdade. Acordei apaixonada e triste por ter sido só um sonho. E quem era esse cara? Será que ele existe mesmo? Será que, em algum lugar do mundo, existe um cara que nem esse?
Será que os sonhos têm a ver com o real dejá vu? Essa sensação que sempre vem à tona. Normalmente eu sinto já ter vivido alguma coisa que está acontecendo comigo. Outras vidas? Ironia? Apenas sensações? Não sei.
Só sei que sonho ilude. Ou então nos faz acordar com ódio! Quem nunca acordou com ódio do sonho que tava tendo e dando graças à Deus por ser somente sonho?
Mas esse sonho me despertou sensações que nunca mais tinham acontecido. Tudo bem que foi só um sonho. Mas me fez realmente achar que eu ainda sou capaz. Eu nem lembrava como era se apaixonar. Não sabia mais como era essa sensação. Mas aconteceu. Mesmo que seja em sonho. Me fez sentir viva. E acordei meio puta de ter sido só sonho na hora. Mas agora. Ah! Agora eu sei que mesmo nunca mais vendo esse cara de novo, eu sou capaz. E foi tão lindo. E agora vou me esforçar mais que nunca pra sentir isso de novo. Sem medo de rejeição. Sem medo de sofrer. Só viver.
Mas bem que esse cara poderia tá aqui na Fox quando eu for lá alugar um filme, né? hehehe


por Guerreiras * Mayroca Jinkings Segunda-feira, Abril 03, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Quinta-feira, Março 30, 2006]

Vinte e poucas coisas sobre os vinte e poucos anos

Li o texto de uma grande amiga, guerreira e integrante desse blog, Moara Brasil, que no auge de seus vinte e poucos anos,descreveu um pouco das características comuns a maioria de nós.E me tocou tão profundamente que desencavei ¿Vinte e poucos anos¿ na voz do Belchior (que é de longe a melhor versão dessa música) e me entreguei aos meus devaneios aqui publicados.Em horário de expediente.Um pequeno delito.Típico dos meus vinte e poucos anos.

Aos vinte e poucos anos estamos mais bonitas que aos quinze. Nossos cabelos parecem mais interessantes, e o figurino também (pelo menos até chegarmos aos trinta e nos apavorarmos olhando as fotos).
Aos vinte e poucos, nossas amizades são mais verdadeiras e sólidas.Você encontra afinal, o que passou a adolescência inteira procurando: sua tribo, sua cara, as pessoas que lhe aceitam ou convivem melhor com seus erros.Erra-se bastante aos vinte(e pela vida inteira), mas as intenções são menos auto-destrutivas e resultam em alguma atitude: você muda de religião, de time, de opção sexual. Faz um ménage a trois. Suas emoções são mais claras: você ama ou tolera sua família, seus vizinhos, a natureza, animais e os homens. Você se sente mais estruturada pra enfrentá-los. Aos quinze você mal conseguia emitir uma palavra interessante quando o objeto do seu desejo se aproximava. Agora você emite sons, impressiona (para o mal ou para o bem, leia-se), seduz, observa e se deixa observar com mais desenvoltura. E Sofre. Mas não parece mais que a caixa de chocolate e aquelas fotos dos momentos felizes são seu refúgio perfeito.
Aos vinte você vai a luta. Você cresce, estuda, trabalha, paga contas. Sonha com um futuro que não é mais tão distante assim. Os sonhos continuam no mesmo lugar, mas dão lugar a muitos aspectos da realidade que aos vinte, você aprende a experimentar. Mastigar. Estranhar. Deglutir ou Degustar.
Aos quinze você exagera. Todos os hormônios falam por você. Seu corpo muda.
Aos vinte você goza de momentos de exagero. De estupor absoluto. Depois você se penteia, sobe no salto e recobra a sensatez. Até o próximo sobressalto. Ou a próxima menstruação. Com seu corpo, que exercia um poder de Hierarquia Absoluta em torno do seu humor, você aprende a ser mais tolerante. Democrática. Você enxerga a beleza das formas. Do formato. Do cheiro. Do gosto. Se despe de mitos em torno dele. E na frente de quem você escolher também.
Aos vinte você bebe muito. Mas muito menos que há uns anos atrás, quando bebida era um gole do proibido. Quando você bebia seus tabus, as verdades que ensinaram pra você, os medos, o insano. E vomitava depois. Se você fuma, aos vinte já o faz com uma certa consciência, o que o torna menos ridículo, porque aos vinte a empolgação de outrora virou vício.
Aos vinte você experimentou uma porção de substâncias ilícitas. Você já sabe qual é a sua. Já recebeu todos os conselhos, puxões de orelha, panfletos. Na adolescência você faz furos. Se pinta. Tatua sua banda preferida. Aos vinte você faz outros, repinta, apaga, transforma. Tapa os buracos no corpo e na alma.
Ao vinte as coisas deixam de ser para sempre. As pessoas do dia a dia são passageiras. Involuntariamente. Você vai ver as pessoas fazerem aniversários cada vez mais caseiros. Com música ambiente. Você, que sempre defendeu a liberdade e o sexo com atitude, vai se emocionar no casamento dos seus amigos. Desejar parabéns pela gravidez ou nascimento do filho (talvez o segundo até) daquela sua colega de faculdade.
Você vai aprender que os colegas de trabalho, seu chefe, os vizinhos, o guardador de carros, não são pessoas do mal, nem do bem, portanto não estarão preocupados com seu sofrimento e suas angústias. Assim como você nem sempre é solícito.Você aprenderá a dividir o mesmo metro quadrado com pessoas que parecem odiar (e odeiam) você. Vai comer churrasco frio de confraternização e sorrir.
Aos vinte as baladas ganham outro sentido. Gelo seco faz seu olho arder. Música de boate não diverte depois de um dia inteiro de problemas, de resolvê-los do alto de seu salto agulha. Voz e violão, ou simplesmente seu travesseiro viram diversão.
Mas você tem apenas vinte e poucos anos, sua natureza não é tão velha assim, então você recebe um daqueles telefonemas mal intencionados, encara o mesmo salto e volta a luta, imaginando que os trinta estão distantes.
Mas isso será assunto interessante pra nós de vinte e poucos, daqui a uns poucos anos.
Até lá.


por Guerreiras * Sofia Quinta-feira, Março 30, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Terça-feira, Março 28, 2006]

JJF'S FANS


Olhem só que interessante e como esse cara escreve bem também. E, tirando o Flamengo desse meio, senhor. Podem ver como é muito, mas muito verdade. Já até imagino as críticas que vão surgir aqui, mas... Que eu gostei e concordei com (quase) tudo. Ah! Isso sim. E poderia acrescentar mais várias situações. Mas que fique bem claro. Não estamos falando mal do JJ. Mas apenas aos novos boys que estão caracterizados de uma maneira semelhante. Estão cada vez mais iguais uns aos outros. E isso não é só coisa de Belém do Pariu. O cara que escreveu esse texto mora no Estado do Rio de Janeiro.




"O acelerado crescimento do orkut e da informação virtual fez com que surgisse um novo personagem do novo milênio: O JJF, abreviação de Jack Johnson´S fans, uma espécie de "maria vai com as outras" moderno, hi-tech.

No seu perfil ele descreve mais ou menos que o JJF é um ser bastante eclético. Gosta de tudo quanto é tipo de "baladas" (argh,,, odeio essa palavra) indo desde as "Good Vibes" eletrônicas ao "Sou praieiro, sou guerreiro, to solteiro" do axé. O JJF também tem um gosto musical variado, gosta de rock,mpb,forró,techno,hip hop,funk, internacional(BLACK MUSIC) e... "um pouco dos antigos são meus prediletos". Depois o JJF cita um monte, dentre eles Linkin Park, Bob Marley, Legião e Marisa Monte. Ahhh, e Ana Carolina e Seu Jorge (É isso aííí)... Ahhhh e é claro, Jack Johnson! O JJF acha que a única música boa do Los Hermanos é Anna Julia. O JJF gosta de Jota Quest e sua "só hoje", o JJF rebelde ama o "Eu não sei fazer poesia, mas que se foda", do Chorão.

O JJF foi no show do U2 e dos Stones, mas não sabe quem é Franz Ferdinand e só sabe cantar o refão de "Satisfaction". O JJF sai do show do U2 e "se jogaaaaaaaaa" direto para seu abadá do Chiclete de Asa pro carnaval de Salvador. O JJF foi no show dos Stones ver o pai de Lucas Jagger cantar.

O JJF vai ao cinema pra ver o filme que ganhou o Oscar. Se tem algum filme preferido? Claro! Tipo: "adoro comédia, suspense e terror". Ah, peraí... O JJF tem filme predileto sim. Velozes e Furiosos é a cara deles. O JJF detestou "Closer" e "Donnie Darko", mas amou "Doce Novembro" e "Efeito Borboleta". Aliás, o JJF detestou "Closer" porque o cara-de-pau do Damien Rice compôs "The Blower´s Daughter" plagiando a Ana Carolina e o Seu Jorge. O JJF não assiste que não são falados em inglês. O JJF prefere ver filme dublado. O JJF começa a ver um filme e meia hora depois percebe que já tinha visto.

O JJF gosta muito de futebol, mas só em época de Copa do Mundo. O JJF é claro, torce pro Flamengo, o time mais JJF do mundo! O JJF nunca arrancou o pedaço do dedão do pé jogando bola na rua e nunca xingou um juiz. O JJF nunca teve um Kichute.

O JJF não lê, mas ama o Paulo Coelho e aguarda ansiosamente a estréia do Código da Vinci (o filme) pra poder dizer que leu o livro.

Os JJF já dominaram o Orkut. Cuidado, o próximo pode ser você. Ainda bem que existem as exceções (ops, que frase mas JJF!)"


por Guerreiras * Mayroca Jinkings Terça-feira, Março 28, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Segunda-feira, Março 27, 2006]

"O medo de morrer sem saber o que é o amor era bem maior que o medo da própria morte"
L. Tostói


Anna Karenina

por Guerreiras * Mayroca Jinkings Segunda-feira, Março 27, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Quarta-feira, Março 22, 2006]

10 conseqüências da LEI SECA:

1. Agora que durante a semana não pode mais beber em bares depois da meia noite, beberemos sentados no asfalto, tem gente cogitando em levar umas mesas e cadeiras para frente de suas residências.

2. O Líder é o novo point de Belém, o mais badalado, onde todos os alcoólatras desesperados se encontram. Mas que fique bem claro. Só pode comprar bebidas alcoólicas. Consumir lá, não!

3. Vamos ter que nos prostituir e freqüentar diariamente Café dali, Cosa nostra, Barber, todos os pubs onde uma dose de vodka é 5 contos. Um chopp é 3 pilas no mínimo e um amendoim é 1,50 hehehe.

4. Agora que não existem mais bares depois de meia-noite, o jeito é ficar responsável, dormir cedo e meter uma bala na cabeça de tanto tédio. Ou começar a beber muito mais cedo, não, Moa?

5. Hoje não se pode ter mais Raves, agora tem lei seca, daqui a pouco o toque de recolher.

6. Belém já era uma cidade boemia, mas de poucos lugares interessantes, agora que não tem mais lugar nem nada, vamos virar nerds, casar cedo, ter nossos filhinhos.

7. O jeito é mudar para algum interior da Amazônia e montar um negócio de bares por lá.

8. Ninguém pensou que com essa Lei a economia do Estado, que já não era boa, piora. Vários barzinhos vão fechar, e várias bandas de garagem vão sumir. E vários garçons que pagam suas contas e faculdades com seu salários e gorjetas estão perdidos.

9. Disseram que a violência diminuiu 70%, mas para acabar com um problema, inventaram outro, a violência simbólica. Uma completa camuflagem da incompetência do governo. Mas vocês perceberam que pra fechar os bares e prender os donos existe policiamento suficiente. Policiais cheios de metralhadoras.

10. É queridos, vamos mudar de cidade, ou cometer suicídio.



Texto de Moa e Mayra...

por Guerreiras * Mayroca Jinkings Quarta-feira, Março 22, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Terça-feira, Março 21, 2006]

Enfado de usar óculos


Eu não sei quem aqui usa óculos... Ou possui qualquer distúrbio visual. Mas quem contém algum tipo de miopia já passou por alguma situação constrangedora na sua vida! Tô mentindo?

Eu sempre reclamo disso. Sempre. Mas vez ou outra eu esqueço os meus óculos. Ou então na academia, começa a suar e agonia. Quando sai de noite, agonia! Enfim... Agonia ficar de óculos sempre. Me rendi e mandei logo fazer as minhas lentes.

Lógico. As situações e vergonhas que eu tava começando a sentir por estar sem os óculos estavam me deixando doida hehehe.

Lembro de uma vez que entrei num barzinho e, bom, sabe quando forças a visão fechando um pouco os olhos, deixando-os bem pequenos pra ver se enxergas melhor? Pois é. Fiz isso. Achei minhas amigas e de repente... Chega um bilhete: "Nossa, quase não acreditei quando vi você chegando e me olhando daquele jeito sexy!" Epa!!! Que foi isso???

Fora toda vez alguém dando tchau de longe e tu, pra não passares por metida ou coisa parecida, retribui o gesto e quando olhas pra trás... eheheh é, meu caro. Não era pra você o tal tchauzinho!

Visão embaçada, vista cansada! Agonia por nunca ter certeza de quem ta nos lugares. Ansiedade por saber que horas o tchutchuco vai chegar e confundir o cara com alguns dos que entram porque tu não consegues enxergar nada. Ou então não estar esperando pelo tal e tomar aquele sustãaaaaaaaaaaaaao achando que ele que ta chegando e na verdade... Nada! Ai, e quando só falta mesmo tu chegares (parecida com a situação do bilhete) e tens que ficar fingindo que tas falando no celular pra ver se alguma amiga bondosa te enxerga e levantas os braços pra chamar a tua atenção e avisar o lugar da mesa. É, rapaz. Não é muito fácil não.

Mas resolvi me render mesmo às lentes quando eu estava outro dia na academia e achei que era um amigo meu. Ele olhava de lá, eu de cá. Dei um sorriso e ele falou todo sem graça e malmente comigo. Ara porra. Fiquei muito puta com ele... Deixei um scrap cheio de rancores e mágoas. Pô, fazia um tempão que a gente não se falava. Hehehe depois de algumas horas veio a resposta: ¿Ei, Mayroca, tas louca é? Nem malho na companhia. Faz muito tempo mesmo que não nos vemos, mas não vai ficar te confundindo por aí. Tô com saudade, minha amiga!¿. Ploft! Bem na cara... Até troquei meu horário na academia de vergonha do menino que eu espero nunca mais dar de cara na minha vida. Aliás, ele podia ler esse texto, aí entenderia, mas eu não faço a menor idéia de quem ele seja. Enfim...


por Guerreiras * Mayroca Jinkings Terça-feira, Março 21, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Quinta-feira, Março 16, 2006]

Meu vira-lata Catatau


Eu tinha 10 anos, era magrela, dona de cabelos imensos e lisos, negros.Morava ali na municipalidade, perto da Vila moreira Gomes, numa casa grande de altos e baixos. Hoje eu lembrei de um cachorro que eu tive, um vira-lata, meu querido Catatau. Magro, alto de pêlos amarelados. Catatau virou lenda na familia, na época ele devia ter 10 anos também, uma vez fui conversar com o meu tio e ele achava que o cão tinha desaparecido em Abaetetuba, quando o cão foi morar lá, mas não. Meu tio estava esquecido, mamãe um dia foi lá pegar o cachorro de volta.Catatau era um cachorro único, só faltava falar,acho que é dom de vira-lata ser muito inteligente e companheiro, ele sempre estava na rua, assim como eu, ele com seu bando da sua espécie, e eu com meu bando também.Catatau já foi pai, daqueles canalhas que só pega a cadela para cruzar,e depois cai fora. Meu cão era um animal eficiente, matava todas as baratas, matava os ratos e ainda latia para mulheres e homens feios quando eu mandava.Mas o bichinho tinha um sério problema, era um problema que talvez todos os cachorros tenham, mas o Catatau encarava esse problema como um verdadeiro filme de terror.Se o Catatau sumisse por uns dias de casa, sabiamos quando ele aparecia...nas tempestades. Quando fazia sinal de que ia chover, e relâmpagos apareciam, lá vinha Catatau a mais de mil kilomêtros por hora. Atropelava quem tivesse pela frente, o primeiro trovão ele chorava "caiin caiiinininii", no segundo trovão o coitado do Catatau se escondia de baixo do que tivesse pela frente, sofá, fogão, armário, no tanque de lavar roupas...e uma vez incrivelmente ele entrou no freezer de tanto medo. "Calma Catatau", mãmae gritava. E eu?Eu me espocava de rir junto com meus irmãos. Catatau tinha um pânico descontrolado que nenhum psicanalista iria dar jeito, e quando chegava fim de ano?A tempestade de fogos e artifícios?Aí sim era um filme de terror, daqueles de botar medo em qualquer um, um bom filme como "a bruxa de blair" (eu tinha medo) ou o Jason(eu também tinha medo!). Numa dessas explosões de fogos de artifício, eu vi o Catatau ficar branco e se meter num local inesperado, o quarto temido por todos nós...o quarto escuro que ficava no quintal.Dessa vez eu bati palmas para o Catatau!Ele merecia. Ás vezes eu ficava refletindo sobre como originou esse problema no Catatau, será que ele fora abandonado pela sua mãe numa tempestade de raios e trovões?Será que ele não é daqui?Morou um tempo no oriente médio e seu dono era um Homem-bomba?Não sei, nunca consegui chegar a uma conclusão convicente, poderia apenas ser uma caracteristica da sua personalidade.
Um dia Catatau não voltou mais para a minha casa, e se estivesse vivo até hoje ele estaria com 23 anos, assim como eu. Mas na minha imaginação ele ainda está vivo, agora se ele morreu..deve ter morrido ou do coração, ataque cardíaco fulminante, ou numa dessas tempestades atingido por um belo raio.

por Guerreiras * Moa Brasil Quinta-feira, Março 16, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Segunda-feira, Março 13, 2006]

Esse texto é antigo. Mas ta valendo. É quase uma adaptação de um dos meus textos daqui do blog mesmo.


ALICE


Ah! Ela era uma peste. Mas como essa ruivinha aprontava. Era mandada pro psicólogo do colégio todos os dias. Os professores? Ahahaha acho que odiavam mais esta pequena porque ela só tirava as notas máximas. Tinha uma facilidade incomensurável pra aprender. Aliada às travessuras só podia mesmo despertar a ira dos professores. O Ivair, professor de português, não dirigia mais a palavra a ela no final do ano. E logo o de português. Na entrega da última avaliação os alunos iam buscar suas respectivas provas na mesa do professor. Ela, por sua vez, com um Dezão estampado, tranqüilamente foi pegar o que lhe pertencia. Ivair, deixando transparecer a admiração que tinha por Alice alfinetou: A linha entre o amor e o ódio é tênue. O riso debochado de Alice parecia até arrogância. Mas era orgulho.
Talvez por essa confortabilidade tão grande que sentia quando estava dentre os livros, textos e poesias, Alice tinha reações meio ignorantes até quando alguém falava errado. Ela não conseguia se conter. Desde a empregada falando reSistro até o paquerinha falando "pra MIM pegar."

É.... acho que é até uma arte. A Arte da capacidade dos homens de se tornarem desinteressantes. Incrível como eles são capazes de fazer isso tantas e tantas vezes! E Alice, já um pouco mais velha, assim como várias outras mulheres, deixava passar batido alguns dos deslizes. Outrora, fingia que não via. Mas chegava em um certo porto que já estava irremediável.
Com esse avanço inestimável da tecnologia, o contato virtual ficou cada vez maior e Alice só faltava cortar os pulsos quando conversava pelo eme-esse-êne com os tais tchutchucos. Minhanossasenhoooouuuuuuuuuuuuuura!!!! Era cada absurdo que aparecia que ela quase arrancava todos os cabelos!
E era cheio de concerteza, quizer, mais eu não vou mas, úmilde, licensa, será SE ela vai?........ Enfim. Isso é pouco perto do que se lê por aí! Coitada da Alice. Será que é tão difícil achar homens interessantes e legais que escrevam e falem um pouco menos errado? Por que tanta displicência com a Língua portuguesa?

Ah! Essa mulher estava só neuras! De tanto conversar com pessoas que escrevem errado, de tanto ler estes absurdos com essa freqüência toda ela começou a ter dúvidas de como algumas palavras eram escritas. Num dia ela escreveu intonação, pode? Heheeh Ela piorou com os ataques dela. Irritava-se e começava a pegar abuso de todos os carinhas. Ela inclusive evitava conversar com eles pela Internet pra não ver os tais absurdos como a gente junto!
É... A lógica é mesmo que ela começasse a selecionar quais os caras que ela ia se envolver, né? Pois é. Ela até tentava, mas não conseguia. Tudo acabava como ela já previa. Saco ao quadrado isso.
80% dos homens já tinham sido descartados... Será que mais? Não. Acho que 80%. Mais que isso pode se tornar exagero.
O restante. Esses tais 20% ela avaliou que um era o seu pai. Outro seu irmão. Uns eram gays. Outros comprometidos. Outros eram proibidos. Uns muito amigos. E por fim, alguns poucos ela achava que não conhecia. E lógico... Tinham os que não queria nada com ela, né?
Mas é óbvio que bateu o desespero na moça. Ela tava se questionando. Será que ela tinha que virar gay? Isso é sério. Ela pensou muito nisso. Mas depois viu isso podia se tornar mais difícil ainda. Na cidade que ela morava, quase Dogville, tudo ficaria mais difícil se ela virasse homossexual. Ela estava realmente perdida.
Talvez a solução mesmo fosse ir embora de uma vez por todas daquela capital que mais parecia um interior. Ela queria ir. Viajar, viajar, viajar! Conhecer pessoas novas, culturas, tradições, povos, culinária, paisagens... Fugir (fugir???) pra bem longe daquilo tudo que a sufocava há tempos.

O Final dessa história? Bom, eu queria saber também. Eu realmente espero que a Alice encontre um cara muito bacana pra ela. Acho que ela merece. Será que é muito difícil achar alguém que deixe a Alice rindo à toa, flutuando e besta de paixão? Mas ultimamente ela tem descoberto que existem sim pessoas muito mais legais do que ela mesma achava que pudesse existir nessa tal cidade. Talvez o problema seja mesmo é com ela. Doida! =]



por Guerreiras * Mayroca Jinkings Segunda-feira, Março 13, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Quinta-feira, Março 09, 2006]

ABSURDOS QUE O POVO CANTA

Quem nunca se pegou cantando uma música errada? Gritando, cantando com paixão e toda força existente dentro de si? Enrolando e tentando disfarçar as letras erradas. Lógico que músicas que não pertencem ao nosso idioma são muito mais comuns e perdoáveis. Nem todo mundo é obrigado a saber cantar que nem aquela menina do BBB "ia nuôooo, ia ne silver..." hehehehe.
Brincadeiras à parte... À parte não. Esse texto vai ser mais uma brincadeira sim! Lembro muito bem da minha boadrasta (ela vai me matar? Não hehe) que cantando uma das mais famosas: "Na madrugada a vitrola rolando um blues, TROCANDO DE BIQUINI sem parar". Ela mesma ri muito quando conta. E ainda tinha aquela outra que ela troca: " Eu perguntava tu e o holandês, e te abraçava tu e o holandês". Hahahaha (Do you wanna dance, não?)
Mas outro dia, vagando pela Internet, dei de cara com umas coisas absurdas que me fizeram rir até a barriga doer das coisas que lia. Eu sei que nunca fui de parar pra ficar decorando letra, sempre queria aprender na marra e acabava errando muitas coisas também, mas... Eis alguns exemplos:
Bom, é melhor eu colocar aspas desde aqui pra vocês não acharem que fui eu, mas isso é a mais pura verdade! Foi na Internet que achei essas péeeeeeeeeeerolas ahhahahahaha!! Os comentários entre colchetes vão ser os meus, se é que me permitem! (Olha as merdas que eu fico vendo na internet!!! Que fiquei bem claro que isso são só em horas vagas e de desestresse!!! eheheh)


"1. Minha sobrinha quando tinha 5 anos cantava um trecho da música da Ivete Sangalo da seguinte maneira: E vai rolar a festa, vai rolar... O PORCO PULGUENTO mandou avisar

[eheheheheh Tudo bem, a gente dá um desconto porque a menina tinha 5 anos, né?]

2. Charlie Brown Jr

Eu cantava: "tirou a roupa entrou no mar pensei meu Deus ela afogou-se, tu me apresenta essa mulé mermão te dava até um doce, se fô o pelé é d+..."

[ahahahahhaha doidoooo, mil vezes doido!!!]

O certo é (eu acho não tenho certeza): Tirou a roupa entrou no mar pensei meu Deus quem foi que fosse, tu me apresenta essa mulé mermão te dava até um doce, sem roupa ela é d+ ..."
[esse "eu não tenho certeza" matou mais ainda ahahahahha]


3. "Mais fácil apedrejar pôneis em Bali..." Teve até site que divulgou essa versão de "Se", ao invés de "Mais fácil aprender japonês em braille..."

[Puta que pariu ahhahahahahahahahaah sem nenhum comentário!!! O melhor esse!!!!!]


4. Uma música do Belchior, gravada pela saudosa Elis, chamada Nossos Pais. A certa altura a letra diz: MAS É VOCÊ QUE AMA O PASSADO QUE NÃO VÊ. Mas o povo canta: MAS É VOCÊ QUE É MAL PASSADO E QUE NÃO VÊ!

[Mal passado????? A gente inventa cada coisa]


5. Quem nunca ouviu alguém cantando-Homem que MATA capitalismo selvagem???? ÔÔÔ...Pohahahahh essa é clássica!


6. Djavan canta: Açaí, guardiã... e o povo canta: AO SAIR DO AVIÃO...

[ o problema é a concordância do resto, rapaz!!!!]


7. Tem a dos Paralamas também: "alagados de ..." Todo mundo canta tejrhetau!!!
Alagados de Trenchtown seria o correto...

[essa é até perdoável, né??? Ou não?]


8. GIVE ME LOVE
Sabem aquela música que a Marisa Monte canta em seu cd duplo ao vivo "Give me love"? Tem uma parte que diz: "wont you please, oh wont you..." Na versão da minha mãe é "One, two, three, four...."
Ótimo!

[Não é a minha mãe Neyla... é a mãe da menina que escreveu isso, hein!!!]



9. Sempre cantei "Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão..." quando o certo, segundo me disseram, seria "Batatinha quando nasce espalha rama pelo chão..."

(é.. até q faz sentido... )


[Ai, esse eu cantava errado!!!!!!! Juro que cantava!!!!!]


10. Minha irmã inovando a música brasileira!

Outro dia peguei a guria ouvindo ivete sangalo...Mó poluição sonora né?? Mas isso não era o pior... De vez em falar
"A minha sorte grande foi vc cair do céu"
A besta cantava..
"Minha éguinha saltitante vc caiu do céu"
É difícil acreditar, mas ela cantava assim msm!

Tbm tem uma outra amiga q cantava assim:
"Sim, sim, sim esse amor é tão profundo...Vc é minha MONALISA (prometida) vou contar pra todo mundo!"

rsrsrrs..Ai só as pérolas!

[Essas nem eu entendi direito! Acho que é porque não conheço as músicas!]



11. "meu filho vai ter.. nome de saaanto..." ele cantou: "Meu filho vai ter... nome de SAAAAANDRO!" E eu achava que a música "Ainda é cedo" se chamava "Indeciso" [?????????]



12. No Escurinho do cinema (Rita Lee) O trecho da música que diz: "...Se a Deborah Kerr que o Gregory Peck Não vou bancar o santinho.Minha garota é Mae West. Eu sou o Sheik Valentino" eu cantava: "...Suzana não quer que ela me pegue. Não vou bancar o santinho. Minha garota é meu leque. E eu sou o chic valentinho..." Também... era muito difícil de acertar...risos

[ahahhaha difícil???? Melhor nem cantar então, pó!!! Ahahah sacanagem, eu confesso que erro váriaaaaaaaas!!!!]


Enfim.... é pra rir , não é??? Quero só ver quem admite alguma coisa por aqui! Mas tudo é perdoável. Por que ficar também com a letra da música decorando como milhares de pessoas fazem antes de ir assistir a algum show? Isso eu já vi! Aliás, acho que já até fiz quando era mais nova. Ficava lá... Uma hora voltando a música pra ver se decorava pro show de horas mais tarde! Doida, doida!!! Ahahhaha Mas que existem muitos absurdos que o povo canta... Ah !!!! Isso não dá pra negar!!! Isso tem!!! =] E dá pra soltar várias gargalhadas observando...


P.S.: Ô textinho de merda esse meu, né? Mas é só pra descontrair... Valeu? Ou não? Foi só uma merda mesmo?


por Guerreiras * Mayroca Jinkings Quinta-feira, Março 09, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Quarta-feira, Março 08, 2006]



Clarice Lispector (10/12/1920 - 09/12/1977)
Nascida na Ucrânia, numa aldeia chamada Tchetchenillk, Clarice Lispector foi criada em Recife, Pernambuco, para onde seus pais se mudaram nos seus primeiros anos de vida. Aos 12 anos, já órfã de mãe, sua família se mudou para o Rio de Janeiro.

A primeira obra publicada foi Perto do Coração Selvagem, lançado quando ela tinha 19 anos. A crítica ficou extasiada e quis, de imediato, saber quem era a moça que "escrevia diferente".

Depois de uma temporada de 15 anos fora do Brasil, para onde foi na companhia do marido diplomata, Clarice voltou ao Rio de Janeiro. Um dos livros mais importantes da obra da autora é A hora da estrela, de 1977, que conta a trajetória de Macabéa, moça do interior lutando para viver na cidade grande.

Em novembro de 77, Clarice Lispector descobriu que sofria de câncer generalizado. A escritora morreu no mês seguinte, considerada uma das mais importantes representantes da literatura brasileira contemporânea.

Fonte: http://diversao.terra.com.br/interna/0,,OI276762-EI1538,00.html

por Guerreiras * Moa Brasil Quarta-feira, Março 08, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

Uma anotação para o nosso dia!

Hoje é dia das mulheres é?Nem lembrava...mentira, eu sabia sim. Mas estou é com raiva que só de ver rosas pelas ruas me bate uma tristeza...pura inveja!Enfim.Vou dedicar esse texto a todas as mulheres que admiro muito,em especial para as guerreiras minhas amigas e para minha querida mãe ,que para mim, são um exemplo de mulheres fortes e vividas, inteligentes, livres, engraçadas e independentes.

Que todas elas tenham:

1.Um homem que as ame intensamente, que as carregue no colo como meninas inocentes.
2. Muito sorvetes saborosos, com cobertura de chocolate.
3. Uma profissão merecedora, digna de um salário que dê para gastar em bebidas e muitas festas nos fins de semana, uma casa com piscina, um carro "estaile"!.
4. Uma vida de comédia, aquela vida que rimos de qualquer besteira, até dos seus esquecimentos bobos como abrir a geladeira e não saber o que estava procurando.
5. Dança, muita dança. As mulheres merecem dançar bastante, soltar as asas, rebolar no ritmo de qualquer música, suar bastante num som besta como aquela música "I feel good...pararanranran"So good! pan pan! so good!I got you!
6. Mulheres merecem uma boa massagem, um yoga, um banho quente, e muito sexo para relaxar.
7.Elas merecem ganhar livros, cds, filmes, e muitos acessórios, pinduricalhos, roupas, sapatos.
8.Toda mulher merece um beijo na testa, e um abraço apertado diariamente.
9.Elas merecem a melhor casa na beira de uma praia límpida, um sol para bronzear, um biquini sexy.
10. Enfim,Feliz Dias das mulheres, que sejam sempre lembradas!


*******Outra Nota:


Ontem vi um jornalista lembrar que o nosso país cada vez mas está se tornando um centro de prostituição de meninas, 12,15 anos, para o mundo todo, que muitos gringos vem ao Brasil no Carnaval para ter relações sexuais com meninas por um preço de banana.

Bem, que isso seja lembrado na cabeça de todos, o sexo tem que ser saudável, bonito, não deixe tornar uma tara, um vício. As mulheres não podem ser vistas por pedaços de seu corpo.Elas tem que ser valorizadas como um todo, o seu contéudo, as sua fragilidades e fortalezas, a sua feminilidade, as suas palavras e sentimentos.
E infelizmente ,hoje em dia, existem homens que não se auto- afirmam e pensam na mulher apenas como objeto de satisfações eróticas...colecionam várias, traem suas mulheres, querem sexo com todos os tipos e ainda engravidam umas e outras crianças, para mim isso é doentil, precisa ser resolvido. Um problema que não requer apenas a sensura de certas coisas nos meios de comunicação, mas um problema que deve ser resolvido com cada um, não me pergunte como, mas começar a pensar sobre isso já é um começo para uma solução.

*************************

por Guerreiras * Moa Brasil Quarta-feira, Março 08, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Terça-feira, Março 07, 2006]

Ainda Murphy????



Então vamos agora tirar proveito para pelo menos rir do meu casamento com Murphy na reencarnação passada. É, eu casei com esse doido, chifrei, ele me flagrou e ta descontando tudo nessa vida! Só pode. Meu encosto! Logo, Murphy.
Quando eu digo que ele ta do meu lado em relação a aniversários (e todo o resto) ninguém acredita (va). Antes de entrar no mérito do aniversário deste ano de 2006, vamos aliá-lo àquela hora da escolha do presente. É... O PRESENTE!!! Outra obrigação (às vezes obrigação comprar presente, pra uns nem existe essa possibilidade) que me deixa nervosa hehehe.
Ta. Tudo bem. Eu vou comprar o maldito... Ops, bendito presente! Aaaaaaaaiiii, lá vem a neura (essa nova) de obrigação. Lá vou eu numa lojinha, lojão, sei lá. (Uma boa alternativa seria gravar cds, né? Mas até perguntar o gosto musical ainda pode dar merda. Não posso esquecer do encosto). Procura aqui, procura ali. Ihhh!!! Se for mulher é pior ainda.
Primeiro: Eu odeio shopping. Não tenho paciência mesmo. Estranho, me lembrei até de um texto da Taia agora que falava sobre coisas que tu odeias, mas sem a menor necessidade e explicação de odiar. Essa é uma. Pô, eu vou comprar coisas pra mim. Por que odiar? A brea das lojas? O ESPELHO das lojas? Acho que é o espelho. Quem me conhece sabe que ihhhh lá vem mais neura. Deixa pra depois isso. Voltando...
Segundo: Se for mulher é pior pelo fato de não gostar de ir a shopping, mas aí como já vou a shopping ou alguma loja... Acabo gostando mais de coisa pra mim do que pra pessoa. Aí eu quero comprar pra mim já. E, poxa (que singelo), é muito estranho tu levares algo forçado pra alguém. É legal passar na frente da loja e ¿oooooolha, isso é a caraaaaa de não-sei-quem¿!!! Muito melhor, não? Ai, porque dar esses furos é foda. Melhor então levar um envelopinho com um dinheirinho dentro ehehe.
Enfim, gracejos à parte, tenho que dar graças a Deus por esse tipo de brincadeira que faço em relação a Murphy ser realmente brincadeira. Apesar de que sofrer acidente de carro no sábado de carnaval três dias antes do teu aniversário e ainda roubarem todo o teu dinheiro nesta mesma hora do acidente é sim, um encostinho. Mas sair ilesa e ainda passar um final de semana muito legal, é melhor ainda. Acho que Murphy me deu uma trégua. hehehe


(Pra saber da Parte I do Murphy do meu lado nos aniversários, leiam o segundo post debaixo pra cima)



por Guerreiras * Mayroca Jinkings Terça-feira, Março 07, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Segunda-feira, Março 06, 2006]

As melhores cantadas do século!

No "bonde" Pedreira lomas: Parada de ônibus, paga a passagem,passa a roleta,desce do bonde. Logo atrás vem a tua amiga, "Moaaara, o cobrador te mandou um beijooo, mas ele disse que se não quiseres,é pra entregares de volta pessoalmente...."

No Mormaço(bar na beira do rio) a 10 mil anos atrás:

Musiquinha relax, Mormaço nos seus melhores tempos...eu chego e encontro um figura, que estava me paquerando faz um tempo, apenas no "mormas", mas...nesse graaande dia, ele resolve me mostrar algo!(música de suspense)
-Oi Moara
-Oi Fulano
-Tudo bem contigo?
-Sim sim.
-Eu queria muito te mostrar uma coisa
-Um coisa?
-Sim.
-TUdo bem, mostre-me!

O fulano foi aos poucos suspendendo a sua camisa preta do Pearl Jam, eu aos poucos fui ficando nervosa e com medo do que ele ia me mostrar....
O fulano tirou a camisa,e para a minha surpresa.....Havia outra camisa minha gente!!Com os dizeres:
-VOCÊ É LINDA!!!! (esse foi original)

-Ô gatinha, vem vem, deixa eu te tatuar menina!

Teve uma nojenta:

Andando na Doca,um gari limpando a rua:
-Ai...hummmm..huuuu...vem...ui...hummm...aiiii...annnn...unn...GOSTOSA! (acho que ele estava se masturbando).

-Ei índia, ta afim de entrar a minha tribo?

-Nossa magrela, as passarelas de milão não sabem a modelo que estão perdendo...(essa eu gostei!)

-PSIUUU, psiiiu, psiiiu, ei! Poxa, eu não mereço nem um olhar de cara feia?(que fófis!)



por Guerreiras * Moa Brasil Segunda-feira, Março 06, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

Reflexões malditas dos Tempos Modernos

Não sou mais uma romântica.Conclusão que cheguei depois de uma lógica absurda:se você tem uma experiência de vida não inspirada em romances Shakespereanos dificilmente você será uma romântica,óbvio,não?.
Simples.Se você acha que nunca amou de verdade...Aquele amor que não imaginas a sua vida sem essa pessoa, você terá conseqüências gravíssimas:
1. Vais olhar com uma cara feia para o seu bofe quando ele falar:nossa, tu és uma garota maravilhosa!
2. Você não consegue imaginar como ficarás quando lhe falarem ¿eu te amo¿ dentro de um bonde num sol de matar de Belém outra vez.
3. Nem consegue mais sentir o gosto de receber flores e bombons num dia qualquer.
4. E de falar besteiras e apelidinhos ridículos ao telefone, ¿morzinho¿, ¿vida¿, ¿gut gut¿, ou um edipiano ¿bebê da mamãe¿.
5. Não acredita e nunca acreditou em cara metade,alma gêmea, acha um tanto estranho essas crenças gregas. É estranho achar uma metade que a complete (a gente nasce defeituoso sem uma parte?Menina boba!)quando leste o Banquete de Platão até destes umas risadas, não?
6. Tem repulsa de colares de cara metade,brega...
7. Convidar para um jantar?Que eu saiba só minha avó fazia isso.
8. Você se sente um Freezer, tão fria que é até difícil ficar perto de ti, é preciso um moleton bem quente!
9. As suas histórias são tão artificiais que se fosse roteiro para uma novela, a audiência ia ser zero minha filha!.
10. Mas apesar de tudo,sempre acabas ficando bobinha quando assiste um filminho besta americano...do tipo...."Amor à Segunda vista","Como perder um homem em 10 dias","10 coisas que odeio em você", ou aquela musiquinha daquele filme, essa é para a Mayra! "If you leave me now you'll take away the very heart of me, uhhhh no baby please don´t goooo! Tan tan tan tan TAN tan TAN tan tan!

Chora menina chora!!!

por Guerreiras * Moa Brasil Segunda-feira, Março 06, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Sábado, Março 04, 2006]

Nada a declarar...

O que eu sinto?Como assim?Eu sei que não consigo demonstrar essa merda de sentimento que fica guardado, engatado na gartanta, triste, e louco para sair,sair em gritos. Porra, eu só derramo lágrimas e sou uma covarde, mas eu sou covarde para quem não merece, sempre serei, não tem motivo agir com coragem para quem não merece sequer um sorriso.
Eu sinceramente não consigo entender os sentimentos, a paixão, o amor, a porra da atração, atração sexual, atração mental, eu não entendo. Eu só sei que ando confusa e bêbada, tonta pelas informações complexas que a vida nos dá, triste por ter que aguentar tanta coisa que machuca. Paranóica por ter que aguentar tanta coisa nessa vida, coisas que eu sinceramente não mereço, mas tenho que suportar, senão não tenho sequer a experiência de pelo menos um dia falar que eu sofri, e sofri muito.


por Guerreiras * Moa Brasil Sábado, Março 04, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Sexta-feira, Março 03, 2006]

Atuali-zá!!!! Atuali-zá!!! eheheheheh JOGOS MORTAIS


Sabe quando tu vais num parque de diversões e existem aqueles brinquedos que dizem: Este brinquedo não é recomendado para gestantes, crianças e pessoas com problemas no coração? Pois é. ¿Jogos Mortais¿ me deu a plena sensação do que isso quer dizer. Eu posso assegurar que se tivesse algum problema no coração eu não estaria aqui escrevendo agora!
Ainda to com a mão trêmula, coração acelerado. Em várias partes do filme coloquei a mão na boca de agonia, susto e tenho que confessar: uma boa pitada de pavor!
Na verdade, não li nada sobre o filme antes de assistir a não ser a sinopse. Não tinha a menor noção do gênero, mas quis assistir mesmo assim. Pela sinopse a certeza que eu tinha era que assistiria a mais um suspense que, pelo nome, não me deixaria nada impressionada.
Que tolinha eu fui, não?
Não sabia que o gênero do filme era TERROR. Confesso que criei um certo preconceito por este tipo desde que o Jason começou a mudar. Sexta-feira 13 até a parte oito, se não me engano.
¿Jogos Mortais¿ veio pra acabar com a tal censura americana que fazia os terrores virarem meros suspenses. Veio pra chocar, assustar, aterrorizar com um grande suspense entrafinhado, lógico! (Entrafinhado? Que palavra é essa???)!!!!!!
É, acho nem vou citar nada de sinopse muito menos partes do filme. Mas, como disse Renato Marafon, este é um filme que vai deixar seus olhos abertos por um mês. E a luz do quarto acesa por dois. 'Jogos Mortais' é a retomada do verdadeiro cinema Terror.
E cuidado com o serial killer... Um castigo poderá ser dado para quem se ¿mata¿ seja devagar, seja involuntariamente ou mesmo sem dar o devido valor à vida. Esse é o principal cartão de visita do Jigsaw.


por Guerreiras * Mayroca Jinkings Sexta-feira, Março 03, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Quinta-feira, Fevereiro 23, 2006]

A Dor e o Desvario

Quem foi que viu a dor lamuriando?
Quem foi que viu a dor clamando??
Ela estava morrendo pelos becos
E correndo moribundamente
Agonizando com o seu olhar medonho
E sorrindo insanamente
Quem foi que viu a dor nas esquinas?
Nas praças meretrizes e nas avenidas
Ela é esposa do vento
Ela está na face dos desalentos!
Quem foi que viu a dor na casa vizinha?
Escondida numa menina
E na sua mãe abatida
Ela passa despercebida...
E nos persegue com seus passos lentos
Quem foi que viu a dor fugindo?
Com os fumos contínuos!
Com as pílulas calmantes!
Com as seringas doentes!
Com o álcool demente!
Quem foi que viu a dor no hospício?
Naquele enorme edifício
Sinistro e insensível!
A dor se desfez em lágrimas:
Lágrimas de alívio!
Mas a dor fugiu pelo despenhadeiro
Levando o seu amigo Desvario


por Guerreiras * Moa Brasil Quinta-feira, Fevereiro 23, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

Eterno Retorno

Auto-estima muito baixa,lágrimas caem por causa dessa maldita falta de auto-estima! Será que o mundo ficou mais louco?Ou eu sou louca de mais para esse mundo?As pessoas são muito problemáticas ou eu sou demais problemática para esse mundo? Não é possível, tem algo errado...nos avaliamos, nos criticamos e procuramos achar os erros.
Fugimos de nossas próprias aflições, fugimos para o bendito copo de cerveja, e nessa hora procuramos o social, as diversões com seus amigos, vamos liberar álcool pelo suor?Dançando ao som de Radiohead?
Domingo, dormir um pouco, se ficarmos acordados por alguns segundos começa a vir os pensamentos. Acorda, uma hora tem que abrir os olhos de novo...sair, amigos te ligam...eu vou dançar e rir um pouco,e sentado de novo com companheiros de copo de cerveja. Ouvindo piadas e muitas histórias hilárias dos amigos, se não encotramos sentido nessa vida, se achamos que não existe sentido, pelo menos o copo de cerveja passa a ser o seu sentido... e tudo se repete, só muda os personagens!Como dizia o bigodudo nietzsche, um "porra" de um eterno-retorno, claro que o palavrão eu adaptei...mas deixa o alemão pra lá!


por Guerreiras * Moa Brasil Quinta-feira, Fevereiro 23, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Terça-feira, Fevereiro 21, 2006]

Edukators




Assistam "Edukators". Não posso afirmar que é o melhor filme que vi neste ano que passou, mas posso indicá-lo como surpreendente. Adorei o drama que, não por acaso, foi a única produção alemã a ser selecionada para o Festival de Cannes em uma década, o que diz muito sobre o cinema alemão ou sobre Cannes, você que sabe. Bom, "Edukators" é um prato cheio pra mim, um animal político. Recomendo que você veja a película com amigos de várias vertentes ideológicas e depois bata um longo papo. Recomendo.
A história do filme gira em torno de três jovens revolucionários que invadem mansões enquanto os seus proprietários estão fora. Sem roubar nada, mudam os móveis de lugar e deixam mensagens do tipo "Vocês têm dinheiro demais", com o intuito de assustar os porcos capitalistas. Mas desde o princípio podemos observar a ingenuidade dos jovens que possuem valores amorosos pequeno-burgueses até. E a gente gosta deles!!!
Até que aparece um tal desses ricaços que estava intrinsecamente ligado à história. Vários acontecimentos inesperados surgem e este tal ricaço tem que ser seqüestrado por eles, pra piorar tudo, eles descobrem que o sujeito já foi um idealista como eles na época em que era normal sonhar com revoluções. E agora?
O filme poderia ser ultramanipulador e fazer do milionário um vilão detestável e dos jovens nossos heróis românticos sem contradições. Mas não é o que acontece. Claro, a visão do ricaço me pareceu indefensável. Pra quê trabalhar tanto e acumular coisas que nem se tem tempo pra usufruir? Ele diz que é da natureza humana competir e querer juntar mais e mais. O mais legal é que um dia antes ouvi esse mesmo argumento de um amigo rico meu. Tal justificativa é das mais furadas, já que nada é natural, tudo é construído. Somos adestrados pra acreditar que o que martelam na nossa cabeça nasceu conosco. E o que é natural não pode ser combatido, uma grande falácia.
Eu realmente fiquei pensando em várias partes do filme como seria o final. Utópico ou piegas demais?O fim é um dos trunfos do roteiro por amarrar muitíssimo bem todos os temas.
"Edukators" usa a inteligência pra nos provocar enquanto brinca com nossos preconceitos, inclusive os cinematográficos. Por exemplo, tem uma hora que o ricaço some, e um dos jovens entra num quarto pra procurá-lo. Nossa imaginação nada fértil após tanta doutrinação hollywoodiana nos diz: pronto, agora o milionário nocauteia o revolucionário e foge. Nada disso. As provocações ideológicas vão mais longe ainda. Uma garota trabalha como garçonete num restaurante de luxo, onde é maltratada por uma elite asquerosa que acha que certo tipo de bebida só pode ser servida em certo tipo de taça. O filme nos surpreende, nos angustia em alguns trechos. Mas é muito diferente de qualquer filme que chegue num lugar-comum americano.
"Edukators" não se acanha em falar de dinheiro, mesmo sendo subentendido de esquerda. Assim: uma personagem bateu sem querer numa Mercedez. Ela calcula quanto vai precisar trabalhar pra saldar o prejuízo de cem mil euros. Dá oito anos. Imagina quanto tempo isso seria no Brasil, um país onde a distribuição de renda é muito mais desigual que na Alemanha. E por aí vai. "Edukators" é, no fundo, cinema de entretenimento. Mas também altamente educativo. Afinal, não é todo dia que um filme nos lembra que o coração é um órgão revolucionário.

Tim Tim.


por Guerreiras * Mayroca Jinkings Terça-feira, Fevereiro 21, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Segunda-feira, Fevereiro 20, 2006]

Coração gelado


"Eu sou muito na mínha, gosto de me envolver com alguem sempre no canto, na minha", e eu retruco "pode crêr, eu tambem sou assim". Mentira! Eu não sou assim, ou sou assim?Eu tenho tanto orgulho dentro de mim que prefiro escolher ser assim.Eu deveria odiar essa frase, como qualquer mulher normal ou que se desse valor. Mas eu sou assim, não pelo falo de querer esconder meus "botes", mas pelo fato de me preservar, preservar minha intimidade, minha vida pessoal. Porém, no fundo, lá bem no fundinho, a gente tem aquela vontade louca de assumir de vez, beijando na frente de todos, segurando na mão como futuros namorados. Talvez seja um pouco desse medo, eu sou uma grande covarde, e essa minha covardia não tem cura. Já tentei doses medidas de um bom álcool, mas o máximo que consegui fazer foi alguma besteira. Deve ser algum problema psicológico difícil de se resolver. Ou isso deve se refletir na própria criação que eu tive, Freud talvez explique, ou algum psicanalista deve saber, mas essa minha frieza, esse meu medo do toque, de assumir um relacionamento, de ser carinhosa, de ser transparente e corajosa e de colocar pra fora todos meus sentimentos, falar em alto e bom som "eu sinto saudade de ti seu merda!", é fruto ou consequência dessa minha relação que eu tenho com a minha própria familia. Eu observo a relação dos meus pais,a relação fria que eles têm, e o quanto minha mãe fala com desgosto do amor e das paixões,inconscientemente acabo idealizando-a para a minha vida. Mesmo odiando tudo isso, odiando esse coração gelado.

Mas o coração não é gelado, pensando melhor, ele sente sim...ele está bem quente! Bate forte terrivelmente, mas ele é abafado, fica escondido, sem função nenhuma,inútil. Guardado numa caixinha desesperada para ser aberta, porém com uma chave guardada sabe lá Deus onde.

por Guerreiras * Moa Brasil Segunda-feira, Fevereiro 20, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

Porcentagem paraense



Tô pensando seriamente em virar gay. É... Lésbica mesmo.
Mas acho que isso não vai acontecer porque eu vou me mudar de Belém antes.

Cara, porque é impressionante a capacidade que os homens de Belém têm em se tornarem desinteressantes.
Porra... primeiro. Eu com meus mil abusos não consigo aturar muito quem escreve errado.
E com a tecnologia desse jeito a gente usa o ême-ésse-êne muito mais que telefone, inclusive.
Então é cada absurdo que a gente lê!
Tudo bem que coisa ou outra é completamente normal. Quem não escreve errado, né?
Apesar deu achar que o tal do messenger emburrece. Tu começas a ler o tempo todo um monte de asneiras escritas erradas que tu acabas te confundindo!
É bom tomar cuidado, né?
Voltando pra Belém. Então... 80% dos homens dessa cidade escrevem errado. Ou mais que isso?
Os outros 20%: um é meu pai, outro é meu irmão, outros são comprometidos. Outros são gays. Outros são meus amigos. Uns não querem nada comigo.
Outros eu não conheço. E alguns não deu. Sei lá... Não rolou.
E agora? Viro homo???


Não sei se conseguiria, na verdade, então como tô quase pra me formar acho mais fácil ir embora e me apaixonar por alguém nesse mundão afora.
Será? Lógico... com essas trilhões de pessoas espalhadas por aí, é impossível que eu fique pra titia. Ou não? Nada é impossível, né?
Mas, po! Todo mundo acha o outro lado da laranja (é assim que fala?) ahahahah a outra metade do limão. Enfim... Eu, apesar dessa insensibilidade toda quero sim encontrar um cara companheiro, bacana, inteligente, engraçado, interessante, e... ahhahaha existe?

O que me resta é esperar. Errando um onte por aí. Me divertindo. Sofrendo. Apredendo... Me fodendo como sempre. Por que, puta que o pariu! ahhaha eu tenho mais é que me foder mesmo!

por Guerreiras * Mayroca Jinkings Segunda-feira, Fevereiro 20, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Sábado, Fevereiro 18, 2006]

UMA TRISTE SAUDADE

Teus olhos, vontade de mastigá-los
Uvas verdes azuladas
Digirindo-os em minha mente
Maldita boca vermelha
Lembranças de Hortelã
Você me tratou como princesa
Spaghetti sobre a mesa
Fitzgerald de sobremesa
Perfumes de hormônios adolescentes

Maldita cerveja bohemia
Depois de um filme americano ¿bobinho¿

Sexo entre espíritos
E desejos proibidos

Queria dançar o nosso chorinho
Amor, apenas amigos

Desengonçado, tímido, menino
Dance de novo comigo
E beije meu sonho inibido.

por MOARA BRASIL, famosa por colecionar cursos de faculdade,atualmente é estudante de publicidade da UFPA


por Guerreiras * Moa Brasil Sábado, Fevereiro 18, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Sexta-feira, Fevereiro 17, 2006]

A pior ilusão que existe é darmo-nos conta de que as pessoas são idiotas.

Não! Não tô desacreditada e descrente.... É uma singela opinião formada por observação de uma sociedade hipócrita e atrasada. Na verdade eu acho que queria criar uma polêmica. Talvez uma polêmica que possa ser complementada por um personagem do Bukowiski. A Cass em: A mulher mais linda da cidade, um de seus contos, preferia os feios. Aliás, os mais feios de todos. Ela se revoltava com os belos, os considerados belos, na verdade. "Uns frouxos - dizia, sem graça nenhuma. Pensam que basta ter orelhinhas perfeitas e nariz bem modelado... Tudo por fora e nada por dentro".


Eu me identifiquei tanto com a Cass por esse tipo de opinião dela, lógico. Nada com o resto de características que ela carregava consigo que por vezes eram bastante sórdidas. E não que eu não admire um homem bonito, lógico que sim, ora... Uma "delêeeecia" , né? hehehe! Mas assim como a mulher precisa ter algo além da beleza, os homens têm necessidade disso! Precisam encantar e conquistar coisas que vão além do que os olhos podem ver....

"O essencial é invisível aos olhos"


por Guerreiras * Mayroca Jinkings Sexta-feira, Fevereiro 17, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

Que seja pouco, mas que seja quente... Ao menos morno!!!!


!


Mas aqui não tem nada....






P.S.: Peguei pesado? Hahahahah não, não é drama

por Guerreiras * Mayroca Jinkings Sexta-feira, Fevereiro 17, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!


*Levando o filme sem Roteiro

Agir pela emoção ou agir pelo coração?
É mais racional agir pela razão
Porque eu não acredito mais em palavrinhas de amor
E em historinhas de Romeu e Julieta
Sorte daquele que tem seu amor correspondido
E que pode acreditar em finais felizes
Aquele que sabe dizer "Eu te amo"
Sem ter medo de ser um bobo ou um iludido

Eu sou um pessimista triste e desiludido
Com coração amargo cansado de ser dolorido
Um doente que nunca cura seus vícios
Ás vezes fraco, ás vezes frio
Eu rio de casais melosos e felizes
Porque nem neles eu acredito
Tudo não passa de um cenário de filme romântico americano
O mundo me transformou num ser reprimido

Azar daqueles que tentam me amar...
Mas tenho saudades das cartas de amor
Das poesias ridículas e palavras íntimas de namorado
Dos versos inventados e ritimados, das cenas de ciúmes mal elaboradas
Dos planejamentos para o futuro
De ser os dois um só defunto
Saudades daquelas rosas na minha porta
E dos chocolates bem embalados, com aquele cartão de supermercado

Saudade de sorrir pra tudo isso.
E ficar boba por essa invenção maluca
Saudades apenas do abraço, e do beijo, do ser egoísta.
E do teu olhar sem precisar dizer que me amava
Amava tanto que sufocava.
Saudades de levar o filme
Sem saber direito o roteiro
Levando sem ter medo


Então eu confundo o mundo
E engano a mim mesmo
E acredito lá no fundo
Que posso viver de novo isso tudo.


por Guerreiras * Moa Brasil Sexta-feira, Fevereiro 17, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Quinta-feira, Fevereiro 16, 2006]

"A maioria das pessoas imagina que o importante, no diálogo, é a palavra. Engano, e repito: - o importante é a pausa. É na pausa que duas pessoas se entendem e entram em comunhão"

Já diz Nelson Rodrigues.....

Pare um pouco. Pense. Reflita. Aprenda consigo mesmo. Pare.

Pense. Nem tudo é bom quando feito por impulso. Mas pare também um pouco de ter sempre o pé no chão.

Pare um pouco de pensar só nos outros. Pense no teu bem. Mas pare também de olhar só pro teu umbigo e olha ao lado e veja quem precisa.

Pare... Mude. A vida é sim feita de mudanças.




por Guerreiras * Mayroca Jinkings Quinta-feira, Fevereiro 16, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Quarta-feira, Fevereiro 15, 2006]


Cuidado com o mal da carência!


-Ai amiga, ainda bem que você chegou, essa mulher que acabou de levantar quer me comer!
-An?Quem?
-Essa mulher ae, que tá em pé!
-Hum...deixa eu ver...
-Ela tá pagando umas cervejas pra mim, e eu já estou ficando totalmente bêbada.
-Bacana pô!...
-Como?
-Se ela ta te pagando umas cervejas...é bacana!
-É...realmente!Se for pensar por esse lado...
-Ela me ofereceu até um emprego num revista dela, 700 reais de inicial.
-Porra,aceita logo!
-E ela parece ser gente fina.
-É bonitinha também
-Se veste bem,estilo sóbrio ...
-Tem elegância...
-Tem dinheiro!Aproveita que o mercado não tá fácil...
-O quê???
-O quê..o quê?
-Por quê a gente tá falando das qualidades dessa mulher?
-Por quê?Ora,mas foi você que começou a conversa...
-EU NÃO SOU LÉSBICA CACETE!!!
-AH é...hehehhe
-Mas acho que vou acabar investindo nisso sabe...
-Ihhh....


por Guerreiras * Moa Brasil Quarta-feira, Fevereiro 15, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!



por Guerreiras * Moa Brasil Quarta-feira, Fevereiro 15, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

Momento Reduto

Sinto saudades do que eu queria ser e nunca fui...nem nunca serei. Hoje eu estava vendo um filme interessante "Closer" e depois coloquei um Dvd com clipes do Smashing Pumpinks, bateu uma saudade não sei de que...na verdade eu sei! Porém veio tantas coisas misturadas, parecendo um filme de lembranças boas e engraçadas,atrapalhadas.Só lembraças boas que chegam a doer o coração. Lembrei de fatos interessantes de Belém, que não faz muito tempo. Acho que a uns cinco, seis anos atrás,quando peguei meu primeiro porre depois de ter levado um "chute na bunda".Foi com aquela medíocre bebida horrível que chamam vulgarmente de "buchudinha", quando pela primeira vez viajei sozinha no Carnaval, acompanhada de três amigos,para uma ilha que antes era pouco habitada.O meu primeiro sorrisal,lembro até quem arrumou para mim. As primeiras experiências entorpecentes, a empolgação para tudo.

Eu lembro de uns oito anos atrás também, de quando eu e minha "gangue" andávamos pelas ruas do Reduto, e mesmo sem dinheiro e sem nada, íamos de bar em bar na rua Quintino. Começava ali no bar do Reduto (aquele que depois virou drum´n bar), ao lado tinha uma garagem, e mais adiante o Skol Rock,que antes era Art Rock café. Lá no Skol Rock foi a primeira vez que eu vi ¿ A Euterpia¿ com seus primeiros integrantes, eu também vi um dia o louco do Serguei (naquele tempo que o Kaveira chamava-o para Belém). Essa época era o tempo das bandas de garagem,foi uma epidemia de bandas cover de rock da cidade.Tinha The Doors Cover, Led Zeppelin Cover, Raul cover, uns tocavam na Insanu,eu lembro bem quer eu até entrava com identidade falsa.Muitas táticas.

Ainda tinha o Sindicato(que hoje funciona o Santa fé), local onde frequentava as figuras mais bizarras e freaks de Belém, tinha desde o punk gótico ao grunge estiloso. Pessoas de preto e seus coturnos interessantes.E suas conversas estranhas,sonhadoras,musicais,inteligentes,doentes.Pessoas bipolares, futuros jornalistas, futuros artistas, músicos loucos e talentosos.Lembro até daquela banda,Mandrágora, que adoravam tocar The Doors na época,banda que surgiu rápido e sumiu de repente. Todas as meninas queriam namorar alguém que tocasse alguma coisa,é,se bem que hoje não é diferente. Sempre temos a nossa paixão platônica por meninos de banda. Sentimento mundial.

Alguém se lembra da Festa da Comunicação? Que rolava num local ali na 28, putz!Eu esqueci o nome,foi lá também que conheci boas bandas paraenses, e namorei caras estranhos. Lembro dos discos do Frank Zappa que achei por lá, e uma grande coleção de The Beatles.

Saudade até de quando eu e minha "gangue" de novo ia para Icoaraci fazer absolutamente nada, apenas olhar os campeonatos de skate,íamos escondido nos domingos e voltávamos pela noite,de bonde.

Como estou nostálgica, senti saudade da melhor viagem da minha vida, dos meus primeiros quinze dias loucos de julho em Algodoal, onde os chamados ¿descolados¿ levavam suas barracas e cantavam musicas de viola, tomavam cachaça com leite condensado, e depois mais quinze dias loucos em Salvador com alunos de Direito da UFPA. Saudade de quando dentro daquele ônibus feio e lotado rumo ao Ened, vi meu coração palpitar pela primeira vez e vi também o amor ir embora pelos meus dedos pois achava que não merecia ser feliz.


Por Moara Brasil: famosa por colecionar cursos de faculdade,atualmente é estudante de publicidade da UFPA

por Guerreiras * Moa Brasil Quarta-feira, Fevereiro 15, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!


Coisas que toda mulher gostaria que acontecesse:


1.Ter um amante.É sempre bom ter alguém que a gente não precise se preocupar em falar pra onde nós fomos sexta a noite, quem era o cara que estava conversando com a gente na farmácia, etc e tal.

2.Primeiro encontro: Vamos fazer sexo enlouquecidamente?

3.Nós gostaríamos de ouvir: "Eu quero ficar contigo a manhã inteira pra tomar café contigo, a tarde inteira pra gente assistir um filminho,a noite inteira pra gente dormir juntinho"

4.Beijo com gosto de brigadeiro

5.Se toda vez que a gente se apaixonasse ele falasse:Eu estou terrivelmente apaixonado por ti.

6.Oi...eu resolvi passar aqui na sua casa para te convidar para comermos batatinhas!

7.Bora tomar um banho de chuva?ai ai ai ai aaaai! (não tem nada a ver com aquela música!)

8.Segundo encontro:Ele liga e diz "Preciso te ver de novo,vamos sair? "

9.Ele começa a amar até o teu charme desengonçado.

10.Ele diz: Hoje eu me apaixonei por ti de novo!

11. Ele não reclama do seu quarto bagunçado, só quer saber da sua cama quentinha.

12. Bora, tira a roupa! Vou te fazer um sexo oral!

13. Deixa eu passar chocolate no teu corpo e te lamber todinha?hummmmmm

14. Você se importa se eu chamar mais um amigo?uhuhuhuh

15. Vamos tomar banho na banheira querida?

16. Deixa que eu pago tudo!

17. Você é a mulher pra casar!

18. Amo cada centímetro do teu corpo!

19. Sexo a vontade!

20. Te amo!





"As batatas fritas e seus significados"

por Guerreiras * Moa Brasil Quarta-feira, Fevereiro 15, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Terça-feira, Fevereiro 14, 2006]

Murphy está do meu lado quando o assunto é aniversário!





Eu realmente não gosto de aniversários. Podem me criticar, podem me crucificar! Mas não gosto e ponto.

Primeiro: Não gosto da obrigação de ter que ir ao aniversário de outras pessoas. Murphy está do meu lado e sempre. É, eu disse sempre! Vai acontecer alguma coisa pra eu não poder ir. Ou não estar a fim de ir. Preguiça sem fim. Nenhuma companhia agradável pra me acompanhar. Outra coisa mais legal com as amigas pra fazer. Ah! Foda-se!
O simples fato da obrigação já me deixa meio puta! Onde já se viu isso, né? Eu teria tudo pra gostar. Comida e bebida de graça e blá, blá, blá. Mas não... Acho que tenho algum estigma com obrigação de ir a lugares que não DEVO faltar. Hehe.

Mas acho pior que tudo isso fazer aniversário! Eu odeio o meu aniversário!

Primeiro, que eu queria ter parado nos 21. Mas nem era sobre idade que eu queria falar... Ai... Sabe aqueles parentes que moram lá do outro lado do Brasil (Não to falando de ninguém da família Jinkings, por favor. Amo todos e isto é somente um exemplo para pessoas... Ah! Outras pessoas!) e resolvem te ligar no dia do tal aniversário e ainda fazem aquela ¿gracinha¿: - Quantos anos mesmo? 19? ¿ Sabendo que você ta com 25 anos na cara.

Tu recebes ligações das mais variadas pessoas, dos mais diferentes números e sempre a mesma coisa: Ah! Obrigada! Hahah Que isso, brigada! Hahaha Ta... Pode deixar que vou ter juízo sim. Ahahahha Não, imagina! Ta, pode passar pra ela que falo. Ah! Obrigada ahahahah e assim sucessivamente!

Vocês começam a ganhar só uns presentes bem toscos? Salvo alguns, lógico... Eu vou negar que o meu pai sempre me dá uns presentes loucos? Não, né? Existem uns muito bons, sim. Mas uuuuui! Uns dão arrepios de tão não lapidados nem polidos!

Porra... E tu também começas a te sentir na obrigação de ter que lembrar do aniversário de todo mundo. Isso é muito difícil. Eu lembro do meu mais porque as pessoas me lembram (hehe que exagero!) e tenho que me sentir na obrigação de lembrar do de todo mundo. Tenho que assumir que memória não é o meu forte.

Ah! E de onde surgiu o eufemismo com melhor sonoridade do que ¿cara de parabéns¿? Pelo amor de Jah, alguém no mundo merece não ter onde se esconder na hora de cantarem o tal parabéns. Meu Deeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeus, meu rosto só falta pegar fogo de tão ruborizado! Joga um ovo que frita!

É... Desabafei! É isso mesmo e pronto. Podem jogar pedras!





por Guerreiras * Mayroca Jinkings Terça-feira, Fevereiro 14, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!

[Segunda-feira, Fevereiro 13, 2006]

Músicas que provocam... O que mesmo?








Existem músicas que sempre vão despertar nas pessoas uma sensação de completa felicidade e euforia!

Eu entendo sim que é uma coisa quase inexplicável! Não consegues te controlar e nunca no mundo vais conseguir descrever o que tas sentindo pra pessoa ao lado. E até pro fundo mais profundo do teu eu.

É... O problema todo é quando essas músicas são as mais batidas de todos os tempos. Sabe aquelas que tu não entendes o porquê delas continuarem tocando em festas? Quer dizer, tu entendes sim porque quando tu olhas pro lado tem um leso gritando com as duas mãos pra cima, com aquela expressão de ¿Ah! Eu To maluco!¿.

Tu, que já estavas com aquela cara de ah-eu-não-acredito-que-essa-música-batida-tá-tocando, te deparas com esse louco (É! Literalmente louco) com aquela euforia (quase) indescritível, ora fechando os olhos e voltando o rosto pra cima com um ar de felicidade suprema, ora abrindo os tais olhos com uma expressão de empolgação falando com gestos vibrantes para as pessoas que estão mais próximas sua intangível e sublime alegria, demonstrando o quanto ele estava esperando a noite toda por aquela tão recente descoberta da música universal.

Posso começar com os exemplos, não é?

1. Mr. Jones  Essa pra mim é um clássico de euforias dos lesos. Quando começa a baladinha tu só ouves os "urruuuuuuuuuuuul". Disgusting.

2. Carolina Carol Bela  Hehehehe confesso que não sei em outras regiões do Brasil ou Universo, mas aqui em Belém do Pariu é impressionante. Ainda mais quando esta musiqueta vem acompanhada de pirralhos (às vezes nem isso) joselitos com cheiro de gelol, chupetas, pirulitos, óculos escuros, etc., etc., etc. NO GELOL!!! YES GELO!!! Hahahahah

3. Nirvana, não? Sempre, né? Ih... Ainda mais aqueles que tão começando a gostar de rock'n roll. Tsc tsc. Preciso comentar mais?

4. O Papa é Pop, O papa é Pop... Ou seria melhor Era um garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones?

5. Será só imaginaçãaaaaaaaaaaaaaaaao???? Hahahah na voz da Simone confesso que ainda fica mais inadmissível!

6. Voltando pras eletrônicas. Barcelona não poderia faltar. Urruuullll e ainda eram inventados refrões personalizados: "às vezes eu acho que to em Barcelona..." (???) É... Um tal de Márcio cantava assim. Lembro bem. Será que ele ainda canta?

7. I Little Respect - Lembram daquela I try to discoooooooooooooooooover??????? Ahahahahahahahhaha!

8. Losing My Religion do R.E.M também é um clássico das sonoridades que repercutem euforia indignantes!

9. Ah........ Uma pena muito grande citar aqui, mas é inevitável. Adoro a banda, mas Último Romance popularizou e massificou e acabou por se tornar a campeã em teorias Essa-música-foi-feita-só-pra-mim e essa-música-é-minha! Enfim... Uma pena mesmo.


Bom, acho que eu poderia ficar aqui durante um bom tempo tentando citar as mais variadas vertentes de músicas que provocam essas mais variadas sensações, expressões e notoriedades, mas prefiro ficar por aqui e esperar exemplos dos mais variados vindo de vocês.


por Guerreiras * Mayroca Jinkings Segunda-feira, Fevereiro 13, 2006

____________________

:Quer esculachar? Comenta aqui!!!